#14 11/08/2020 social media

O passatempo virou negócio! TikTok anuncia primeiros criadores de conteúdo a serem remunerados pelo app.

A rede social, conhecida por seus vídeos casuais, viu a popularidade explodir durante o confinamento causado pela pandemia de coronavírus. Por isso resolveu dispor de um fundo de 200 milhões de dólares para remunerar diretamente alguns dos criadores que publicam vídeos em sua plataforma.

Um porta-voz do TikTok descreveu a iniciativa como uma forma de apoiar pessoas ambiciosas que “estão buscando oportunidades de sustentar seu conteúdo” no aplicativo.

Por enquanto, 19 criadores serão pagos pelo Creator Fund, espécie de fundo do aplicativo. Os 19 selecionados são dos Estados Unidos, incluindo nomes como David Dobrik, Brittany Tomlinson, Cheyenne Jaz Wise, entre outros.

Para que os criadores sejam selecionados, eles devem “ter 18 anos ou mais, atingir uma linha de base de 10 mil seguidores, ter acumulado pelo menos 10 mil visualizações de vídeo nos últimos 30 dias e postar conteúdo original” que não viole as diretrizes da comunidade da empresa.

Ainda não está claro com que frequência os criadores serão pagos ou o valor de cada pagamento, mas um porta-voz da empresa disse ao The Verge que se trata de um sistema de pagamento contínuo.

Adquirir e manter criadores que atraem grande número de seguidores se tornou um desafio para as redes sociais. Para isso a meta da empresa é aumentar o fundo para US$ 1 bilhão nos próximos 3 anos.